segunda-feira, 16 de novembro de 2009

(promessa)

Resolvi me dedicar a uma promessa. Não é nada profundo, com uma bela história ou um final feliz. (Até mesmo porque o final não existe)
Ultimamente o lado sombrio dessa minha cabeça oca tem obliterado(adoro essa palavra: obliterar, diz tudo em tão pouco...) o lado sonhador, colorido, estrelado, com lantejoulas e ovelhinhas saltitantes (sim, esse lado existe, acreditem!) da minha "oquidão" (neologismo profundamente vazio esse, ou nem tanto assim...) substancial eloquentemente sobejada de pulsos criativos de idéias frenéticas, indecisas, radioativas (sério) e pouco racionais. (em resumo, da minha mente)
O mistério da escuridão é o mistério. Ou nem tanto.
Na verdade, hoje errei. Hoje menti. Há dez minutos sangrei propositalmente e mesmo depois de tantos erros e comportamentos estúpidos, com explicações mentirosas mais estúpidas ainda resolvi fazer uma promessa. E foi ontem a noite! Logo depois que escovei os dentes, ou durante... (provavelmente naqueles cinco minutos que fiquei parada encarando a pasta de dente)Ah! Isso já não importa mais! Resolvi cumprir agora.
Prometi.
Compreensível seria se uma dúvida se instaurasse aqui. (mais compreensível ainda seria que não, já que até mesmo eu teria parado de ler depois de tanta enrolação)
Mas quanto a dúvida: qual a promessa não falarei, pois, se eu não cumprir, alguém pode me cobrar...
Mas garanto, fará a luz voltar! (e não me refiro ao apagão da semana passada)
Dos projetos abro mão por um tempo... As ovelhinhas estão meio mortas sabe...
Mas já me alonguei demais em retificações. Vou indo antes que o lado sombrio volte.

Ah! Claro!
Alguém, por obséquio, revive minhas ovelhinhas?

Um comentário:

Anaaa Car°l disse...

Pitialinaaa!

Vamos vamos vamos
Você ainda pode catalisar
a reação, você pode!
=D

Vamos lá!^^

Beijuuu
Que a luz esteja com você!
Se cuida!

Saudade da Alfacee